Nova Vida Sedia a Conferência Territorial da Juventude Rural da Zona da Mata Sul.

Do(a) Pitimbu em Foco Publicado em 22/09/2015 às 16:27

Nova Vida Sedia a Conferência Territorial da Juventude Rural da Zona da Mata Sul.

NOVA VIDA - O ASSENTAMENTO NO MUNICÍPIO DE PITIMBU SEDIA A II CONFERÊNCIA TERRITORIAL DA JUVENTUDE RURAL DA ZONA DA MATA SUL




O Assentamento Nova Vida, em Pitimbu, sediou, na terça-feira passada (22), a Conferência Territorial da Juventude Rural da Zona da Mata Sul. Participaram do encontro, cerca de 150 pessoas no qual foram escolhidos oito delegados para representar a juventude rural do território na III Conferência Estadual da Juventude, que acontecerá de 29 a 31 de outubro, e servirá para a escolha dos representantes da juventude paraibana que participarão da III Conferência Nacional de Juventude, em Brasília, de 16 a 19 de dezembro.

Na Paraíba, as Conferências Territoriais da Juventude Rural estão sendo realizadas de 11 a 26 de setembro em todos os 15 territórios rurais, em uma parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (SEJEL).

O Território Zona da Mata Sul é composta por 13 municípios (Pitimbu, Alhandra, Bayeux, Caaporã, Caldas Brandão, Conde, Itabaiana, João Pessoa, Pedras de Fogo, Pilar, Juripiranga, São José dos Ramos e São Miguel de Taipu) numa área de 1.877,90 Km² de extensão e uma população de aproximadamente 1 milhão de habitantes, dos quais cerca de 56 mil vivem na área rural, o que corresponde a quase 6% do total. Possui cerca de 7,4 mil agricultores familiares, 2.712 famílias assentadas e quatro comunidades quilombolas.




A palestrante do evento, a secretária-executiva da SEJEL, Priscilla Gomes, falou da importância da participação dos  jovens da zona rural nas discussões das políticas públicas voltadas para a juventude. \"É inconcebível o processo de discussão e elaboração de políticas públicas voltadas para as juventudes sem a participação dos jovens, principalmente, a participação dos jovens da zona rural, suas vivências, cultura e necessidades precisam ser levadas em conta na hora da construção destas políticas\". Disse Priscilla Gomes.



O prefeito Leonardo Barbalho e o secretário da agricultura de Pitimbu, o agricultor José Cândido Neto, elogiaram a iniciativa de se realizar a Conferência em um assentamento da reforma agrária. “Realizar um evento como este em um assentamento é uma prova de que mais uma barreira está sendo quebrada”, afirmou o secretário.

Participaram da Conferência jovens agricultores, quilombolas, pescadores e índios Tabajara, representantes de órgãos federais, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), do Governo da Paraíba e das Prefeituras dos 13 municípios que integram o território.

Também participaram do evento representantes do Colegiado de Desenvolvimento Territorial Rural Sustentável da Zona da Mata Sul, de movimentos sociais rurais, de organizações não-governamentais, como a Vínculos – Cooperativa de Prestação de Serviços em Desenvolvimento Sustentável, além de observadores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). e a Banda Marcial Joana de Morais, do distrito de Acaú, que apresentou  seu repertório no evento.

Após uma paradinha para saborear os pratos típico da região, os participantes foram divididos em seis grupos, que após debaterem os temas ligados aos 11 eixos do Estatuto da Juventude, aprovado em 2013, elaboraram suas propostas que foram votadas e aprovadas em plenária. Das propostas aprovadas, destaca-se a da criação do CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE (órgão colegiado, permanente e deliberativo, incumbido, de modo geral, da formulação, supervisão e da avaliação das políticas públicas, em âmbito federal, estadual e municipal), o que irá fortalecer e muito os debates entre sociedade civil organizada e governo.

\"CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE eu apoio! É dentro de um Conselho que governo e sociedade civil debatem juntos as políticas públicas e procuram soluções para os desafios enfrentados pelos jovens. É também dentro de um Conselho que todas as bandeiras de juventude podem se assentar sem a divisão que ocorreria se tratadas em separado por outras áreas do governo, enfraquecendo as PPJs (políticas públicas de juventude). No espaço dos Conselhos de Juventude o jovem consegue ser protagonista de suas políticas e o Governo torna-se parceiro da juventude, superando a atitude paternalista que tem predominado até hoje, que vê os jovens como um problema, e não como indivíduos com potencialidades capazes de protagonismo social. Não adianta os governos apenas punirem e/ou protegerem os jovens. É preciso dar estrutura para que estes realizem e conquistem seus espaços. Para isto é preciso que os Governos conheçam e compreendam a juventude. E os Conselhos Municipais de Juventude têm papel importante neste processo\". - Disse Chico Pinheiro, ativista pitimbuense e representante da sociedade civil organizada.



Tempo
Pitimbu - PB
Mín 25ºC
28º
Máx 32ºC
Possibilidade de chuva